Felizmente Há Luar!

avaliação dos leitores (10 comentários)
(10 comentários)
ISBN: 978-972-627-744-6
Edição/reimpressão: 02-2019
Editor: Areal Editores
Código: 00580
ver detalhes do produto
13,30€ I
11,97€ I
-20%
EM
STOCK
COMPRAR
-20%
EM
STOCK
13,30€ I
11,97€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO IMEDIATO + 10% EM CARTÃO
I Em stock - Envio 24H

SINOPSE

Denunciando a injustiça da repressão e das perseguições políticas levadas a cabo pelo Estado Novo, a peça Felizmente Há Luar!, publicada em 1961, no mesmo ano de Angústia para o Jantar, esteve proibida pela censura durante muitos anos. Só em 1978 foi pela primeira vez levada à cena, no Teatro Nacional, numa encenação do próprio Sttau Monteiro.

Eu sou um homem de teatro concreto, real, de palco. Para mim, o teatro surge quando está no palco, quando estabelece uma relação social, concreta, num povo e num grupo. O livro meramente, ou o texto, tem para mim muito pouco significado, apesar de eu ser um autor teatral. (…) Se vocês são o teatro do futuro, eu sou o do passado. Eu sou um homem para quem só conta o espetáculo.

Estas são palavras proferidas por Sttau Monteiro e publicadas em Le théatre sous la contrainte, Atas do Colóquio Internacional realizado em Aix-en-Provence, em 4 e 5 de dezembro de 1985, publicadas pela Universidade de Provence, em 1988.

É com esta citação que o Professor José Oliveira Barata, autor de Para Compreender Felizmente Há Luar!, estudo publicado também por Areal Editores, ilustra o facto de o texto dramático constituir apenas um primeiro passo para fomentar, em quem ensina e em quem aprende, o gosto pelo Teatro, entendido como expressão cultural socialmente condividida.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Muito bom
LJJS | 2015-02-03
Fiquei surpreendido com a qualidade da obra. Recomendo!
Apreciação
I.C.R. | 2015-01-04
Obra perfeitamente intemporal, que embora retrate uma época, denuncia as atrocidades de outra... Recomendo!!!

DETALHES DO PRODUTO

Felizmente Há Luar!
ISBN: 978-972-627-744-6
Edição/reimpressão: 02-2019
Editor: Areal Editores
Código: 00580
Idioma: Português
Dimensões: 138 x 210 x 8 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 144
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Ensino > Apoio Escolar > 11.º Ano > Leituras Orientadas > Livros > Livros em Português > Arte > Artes de Palco > Livros > Livros em Português > Literatura > Teatro (Obra)
Dramaturgo, encenador, jornalista e romancista português (1926-1993), conhecido sobretudo pela peça em dois atos Felizmente Há Luar (1961), que ganhou o Grande Prémio de Teatro da Associação Portuguesa de Escritores mas seria representado no nosso país apenas em 1978, devido à intervenção da censura. A sua carreira literária iniciou-se em 1960, com a publicação do romance Um Homem não Chora, a que se seguiu, em 1961, outra obra de prosa ficcional, Angústia para o Jantar. As suas sátiras sobre a ditadura e a Guerra Colonial tornaram-no objeto de perseguição política, chegando mesmo o autor a ser preso.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK